NFL

Roger Goodell assina extensão de contrato de cinco anos com a NFL

Roger Goodell, comissário da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

O comissário Roger Goodell assinou uma extensão de contrato de cinco anos com a National Football League para continuar no cargo. O memorando foi obtido nesta quarta-feira pelo jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

No documento, o Comitê de Compensação da NFL afirma que o contrato “foi assinado pelo Comissário e Arthur Blank (dono do Atlanta Falcons), em nome das entidades da Liga”.

Uma fonte disse ao jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana, que o contrato tem valor total de US$ 200 milhões (cerca de US$ 40 milhões) se todos os proprietários de franquias aprovarem todos os bônus e cláusulas.

Os seis membros do comitê de compensação da NFL, que receberam permissão para negociar a extensão, disseram que aprovaram o contrato assinado em carta enviada aos donos de times da NFL.

“Nosso Comitê aprova de maneira unânime o contrato e acredita que ele é completamente consistente com a compensação do ‘mercado’ e os parâmetros financeiros e outros parâmetros delineados para os proprietários em nossa reunião em maio de 2017, bem como no melhor interesse dos proprietários”, diz a carta. “(…) Temos o prazer de informar que existe um consenso quase unânime entre os proprietários a favor da assinatura da extensão de contrato agora”, segue o documento.

O novo acordo de Goodell, que vai até a temporada 2023, tem sido motivo de discussão ao longo da temporada 2017. Fontes disseram à ‘ESPN em outubro que o debate relacionado aos protestos dos jogadores da liga durante o hino dos Estados Unidos era um dos motivos do atraso na conclusão da extensão.

A ‘ESPN’ também apurou que Jerry Jones, dono do Dallas Cowboys, estava liderando um esforço para tentar impedir que o comitê de compensação da liga completasse a extensão de contrato do comissário. Posteriormente, Jones disse ao jornal ‘USA Today Sports’ que ele não iria entrar com um processo contra a extensão, mas que queria “responsabilidade” em relação ao novo acordo.

Roger Goodell faturou US$ 212,5 milhões desde que foi eleito comissário da NFL em 2006. A NFL pagou cerca de US$ 32 milhões a Goodell durante o ano fiscal de 2015, último ano em que a NFL foi obrigada a divulgar relatórios financeiros públicos.

Segundo uma fonte consultada por Schefter, o salário-base do novo contrato é de milhões, mas de apenas um dígito. Basicamente 85% da compensação total é advinda de bônus, o que é sujeito à aprovação dos proprietários e posterior validação.

Atualmente com 58 anos de idade, Goodell sucedeu Paul Tagliabue em setembro de 2006. Ele entrou na liga como estagiário em 1982.

Comments
To Top