NFL

Em Sunday Night Football morno, Dallas Cowboys domina e bate New York Giants

Jason Witten, tight end do Dallas Cowboys

(Crédito: Instagram/reprodução)

Nós do Quinto Quarto não estamos aqui para enganar ninguém. O primeiro Sunday Night Football da temporada 2017 da National Football League foi mais morno que a sessão erótica do Multishow. E, em uma partida basicamente de um time só, o Dallas Cowboys dominou o New York Giants no AT&T Stadium e venceu pelo placar de 19 a 3.

Sem poder contar com Odell Beckham Jr., que foi colocado entre os inativos para o jogo depois de testar seu tornozelo durante o aquecimento, o New York Giants não conseguiu estabelecer nem o jogo aéreo e nem o jogo terrestre, sendo assim facilmente dominado pelo rival da divisão NFC East.

Do lado dos Cowboys, o quarterback Dak Prescott teve atuação regular, mas não de encher os olhos, e acertou 24 passes de 39 para 268 jardas e um touchdown, além de ter corrido para 24 jardas. O running back Ezekiel Elliott também foi consistente e correu 24 vezes para 104 jardas, e recebeu cinco passes para 36 jardas.

A noite foi especial para o tight end Jason Witten, astro dos Cowboys, que se tornou o líder de todos os tempos em jardas recebidas com a camisa da franquia texana. E o camisa 82 fechou a noite com sete recepções para 59 jardas e um touchdown.

A primeira metade de confronto foi absolutamente dominada pelos Cowboys, tanto no ataque quanto na defesa. Os vaqueiros foram para os vestiários vencendo por 16 a 0.

No total do jogo, os donos da casa cederam somente 14 first downs e 234 jardas, além claro de um único field goal convertido por Aldrick Rosas, no terceiro quarto, que evitou o placar zerado para o time nova-iorquino.

Os Cowboys somaram três sacks na partida e dois deles foram do defensive end DeMarcus Lawrence, com o outro sendo feito pelo defensive end Charles Tapper.

Eli Manning não foi ajudado por sua linha ofensiva na maior parte do tempo e teve atuação bem aquém do esperado, conectando somente 29 passes de 38 para 220 jardas e uma interceptação, esta feita pelo cornerback Anthony Brown já no último quarto, quando o jogo estava sacramentado e os Giants precisaram abdicar do ataque terrestre.

O ataque terrestre dos visitantes foi pífio, produzindo somente 35 jardas em 12 carregadas no geral, sendo sete delas de Paul Perkins, que correu para 16 jardas. Muito disso foi dificultado pelo fato de a desvantagem ter sido grande na segunda metade.

Um ponto favorável a se destacar do lado dos Giants foi uma certa demonstração de qualidade defensiva, sobretudo nos dois últimos quartos, tanto ao não permitir que os Cowboys fizessem muitos pontos quando várias campanhas ofensivas do rival texano começaram em boas posições de campo.

Injusto também seria não mencionar, do lado dos Cowboys, a bela estreia de Jaylon Smith. Depois de perder toda sua temporada de calouro em 2016 se recuperando de uma grave lesão no joelho, o jovem linebacker fez sete tackles e foi o segundo melhor do time no quesito, atrás apenas de Sean Lee, com oito no total.

Comments
To Top