NFL

Defesa aparece na hora H, Eagles batem Patriots e levam seu primeiro Super Bowl

Nick Foles comemora no Super Bowl LII

(Crédito: Twitter/reprodução)

A defesa demorou para engrenar, mas apareceu na hora que deveria. E, sim, a cidade de Filadélfia não tem mais que esperar. Em um Super Bowl LII que ficou para a história, o Philadelphia Eagles derrotou o New England Patriots por 41 a 33 e conquistou o primeiro Super Bowl de sua história e o quarto título da história da organização.

A defesa dos Eagles não incomodou Brady durante a maior parte da decisão, mas na hora H, o sólido sistema defensivo comandado pelo coordenador Jim Schwartz apareceu. Primeiro forçando um fumble do camisa 12 dos Patriots a 2min16s para o final e, no minuto final, segundo o forte ataque, evitando inclusive que uma hail mary fosse recebida por Rob Gronkowski, para garantir o título inédito.

Quinto Quarto Expresso #80: edição Enya pós-Super Bowl e vitória dos Eagles

O jogo desta noite foi o primeiro Super Bowl da história em que ambos os quarterbacks lançaram para mais de 100 jardas no primeiro quarto. E também foi o primeiro em que ambos os ataques produziram mais de 300 jardas na primeira metade de partida.

Além disso, com um field goal no primeiro quarto, os Patriots encerraram um jejum curioso na era ‘Brady-Belichick’ e pontuaram no quarto inicial do Super Bowl pela primeira vez nos últimos sete Super Bowl da equipe, segundo o NFL Research.

Substituindo Carson Wentz na reta final da temporada e nos playoffs, Nick Foles fez a maior partida de sua carreira e acertou 28 passes de 43 para 373 jardas, três touchdowns e uma interceptação. O camisa 9 fez até uma recepção de uma jarda para touchdown.

O desempenho de Foles o levou, inclusive, a ser eleito o MVP da grande final.

Apesar de ter aplicado apenas um sack em cima de Brady durante todo o jogo, esse sack foi aplicado por Brandon Graham e foi o que forçou o fumble recuperado por Derek Barnett. A jogada foi o principal lance da partida e decidiu tudo.

Destaques também dos Eagles para o running back Corey Clement, que fez quatro recepções para 100 jardas e um touchdown, e o running back LeGarrette Blount, que correu 14 vezes para 90 jardas e um TD.

Em termos gerais, as duas defesas foram bem frouxas na decisão, com os Patriots produzindo 613 jardas e os Eagles produzindo 538.

Do lado dos Patriots, Tom Brady acertou 28 passes de 48 para 505 jardas e três touchdowns. Sua marca de jardas aéreas foi um novo recorde do Super Bowl, mas o camisa 12 acabou sofrendo um fumble determinante e não faturou o sexto título de sua carreira.

James White correu sete vezes para 45 jardas e um touchdown, e recebendo bolas os destaques foram Danny Amendola (oito recepções para 152 jardas), Chris Hogan (seis recepções para 128 jardas e um TD) e Rob Gronkowski (nove recepções para 116 jardas e dois TDs).

O jogo

O primeiro quarto de duelo no U.S. Bank Stadium foi bastante movimentado e o Philadelphia Eagles foi bem logo em seu primeiro drive. Porém, a defesa ‘bend but don’t break’ do New England Patriots apareceu na red zone e forçou um field goal de 25 jardas de Jake Elliott.

Três pontos atrás, os Pats foram para cima e deram a resposta logo em seu primeiro drive, mas também com field goal. O chute de 26 jardas convertido pelo kicker Stephen Gostkowski deixou o jogo empatado novamente.

Mas Nick Foles estava inspirado no primeiro quarto e, logo na terceira jogada da campanha seguinte, o signal caller dos Eagles lançou um passe em profundidade para Alshon Jeffery, que anotou um touchdown de 34 jardas. O jogo ficou em 9 a 3, já que Elliott errou o extra point.

Os Patriots terminaram o primeiro quarto com a bola na mão e já na linha de 11 jardas do campo de ataque, o time ainda conseguiu avançar até a linha de oito, mas não passou daí. Para piorar as coisas, o holder errou na tentativa de field goal e Gostkowski errou a tentativa de field goal de 26 jardas.

E quem disse que as coisas não poderiam ficar mais loucas no segundo quarto? Após um turnover on downs dos Pats, os Eagles anotaram um TD em corrida de 21 jardas anotada pelo running back LeGarrette Blount, ex-Patriots, para deixar o placar em 15 a 3 (conversão de dois pontos de Philadelphia foi errada).

Os Patriots anotaram mais um field goal, desta vez de 45 jardas, a 7min29s do intervalo.

Foles então forçou um passe para Jeffery, mas acabou sendo interceptado por Duron Harmon, que recuperou a bola para os Pats.

New England aproveitaram o turnover forçado e, sete jogadas mais tarde, James White correu 26 jardas até a end zone para reduzir a diferença no placar para 15 a 12. Gostkowski errou o extra point e ‘empatou’ o Super Bowl neste quesito.

A 38s do intervalo, aconteceu a jogada mais bizarra do Super Bowl. Em uma formação bizarra, Nick Foles saiu da bola, o snap foi feito direto para o running back, que soltou a bola para Trey Burton e o tight end lançou bola para… Foles. Sim, o quarterback fez uma recepção de uma jarda para touchdown. O jogo foi para o intervalo com 22 a 12 para os Eagles.

Logo na volta dos vestiários, os Patriots voltaram com sangue nos olhos e Brady conectou passe de cinco jardas com Gronkowski para anotar um touchdown que trouxe a diferença para três pontos (22 a 19). Gronk, que vinha apagado até então, fez quatro recepções só nessa campanha.

Os Eagles voltaram a mostrar suas armas e chegaram ao TD a 7min18s do final do terceiro quarto, em mais um passe lindo de Foles para Corey Clement, desta vez de 22 jardas, no fundo da end zone. A diferença voltou a ser de 10 pontos (29 a 19).

O ataque dos Patriots continuou com tudo e, em um drive de 3min55s de duração, Brady acertou um passe de 26 jardas para Chris Hogan e a desvantagem dos Pats caiu novamente para três pontos depois do extra point (29 a 26).

A defesa dos Pats finalmente apareceu bem na sequência e forçou os Eagles a chutarem um field goal de 42 jardas com Elliott para ampliar a vantagem para seis pontos (32 a 26).

Nem é preciso dizer que o ataque dos Patriots voltou a entrar na end zone na campanha seguinte e foi em um belíssimo lançamento de Brady para Gronk, de quatro jardas, em cima de Ronald Darby. Os Pats ficaram na liderança pela primeira vez no jogo (33 a 32).

Mais ainda tinha muita bola oval para voar.

Com 2min21s para o término, Foles fez um passe de 11 jardas para Zach Ertz e deixou o placar em 38 a 33, já que a conversão de dois pontos falhou.

Brady e companhia ainda tinham a chance de virar com mais de dois minutos remanescentes, mas então o pass rush dos Eagles finalmente funcionou, Brandon Graham aplicou o sack e a bola foi recuperada por Derek Barnett.

Jogadas mais tarde, Elliott acertou um field goal de 46 jardas com 1min10s restantes e deixou o placar em 41 a 33.

Com pouco menos de um minuto, Brady teria que operar um milagre maior do que no Super Bowl LI e atravessar o campo, já que a campanha começou na linha de nove jardas. Os Pats avançaram até a linha de 49 do próprio campo e então o camisa 12 lançou uma hail mary na direção de Gronk, mas a secundária dos Eagles apareceu bem, defendeu o passe e confirmou o título histórico para Philly.

Comments
To Top