NFL

David Quessenberry vence prêmio após superar tratamento contra câncer

David Quessenberry, offensive lineman do Houston Texans

(Crédito: Instagram/reprodução)

O offensive lineman David Quessenberry, do Houston Texans, faturou o Prêmio George Halas de 2017, entregue pela Professional Football Writers of America (PFWA), associação dos profissionais que cobrem futebol americano nos Estados Unidos.

O Halas Award é entregue a um jogador, técnico ou membro de comissão técnica da National Football League que supera a adversidade e consegue sem bem-sucedido.

Quessenberry, que está atualmente com 26 anos de idade, precisou encarar três anos de tratamento contra um linfoma não Hodgkin, doença que foi diagnosticada em 2014, e ele retornou aos gramados neste ano.

David Quessenberry foi selecionado pelo Houston Texans na sexta rodada do draft de 2013, com a 176ª escolha geral, e ele perdeu toda sua temporada de calouro na NFL devido a uma lesão no pé. Em junho de 2014, cansaço e uma tosse persistente durante os treinamentos do time levaram os médicos da franquia a desconfiarem que algo estava errado e, pouco depois, o offensive lineman foi diagnosticado com o linfoma

O atleta passou então as temporadas 2014, 2015 e 2016 na lista de lesionados por razões não relacionadas ao futebol americano (NFI list) dos Texans, enquanto batalhava para superar a doença.

Após completar a quimioterapia em abril de 2017, Quessenberry retornou aos gramados para a sessão de OTA (organized team activity) dos Texans, no dia 22 de maio.

Quessenberry é o 49º ganhados do Prêmio George Halas e o primeiro jogador do Houston Texans a receber a honraria.

Comments
To Top