NFL

Cameron Jordan deseja “destruir” o Minnesota Vikings neste domingo

Cameron Jordan, defensive end do New Orleans Saints

(Crédito: Twitter/reprodução)

Cameron Jordan tem uma ligação forte com Minnesota, já que nasceu em Minneapolis. Mas não apenas por isso.

Seu pai Steve Jordan passou 13 temporadas no Minnesota Vikings como tight end e foi ao Pro Bowl durante essa passagem.

Porém, esses fatos não mudam o desejo do defensive end do New Orleans Saints de acabar com o time de seu pai neste domingo (14).

“Eu quero destruí-los da mesma forma. Haverá uma linha ofensiva que eu quero destruir. Haverá um running back que eu quero destruir. Haverá um quarterback que eu tenho que destruir”, declarou Jordan na última quinta (11), segundo a ‘Associated Press’.

Steve Jordan foi selecionado para seis Pro Bowls consecutivos de 1986 a 1991 e encerrou sua carreira na NFL com 498 recepções para 6.307 jardas e 28 touchdowns. O então tight end se aposentou na temporada 1994 e se mudou para Arizona quando seu filho tinha apenas seis anos de idade.

“Eu passei os primeiros seis anos da minha vida lá (em Minnesota), mas meu primeiro beijo foi em Arizona”, observou Jordan.

Mesmo com a forte ligação com os Vikings, Jordan garante que não há nenhum tipo de lealdade em relação ao time da NFC North.

“Você cresce e é selecionado pelos Saints. Esse é meu time. Esta é minha família. Este é para quem estou jogando”, finalizou Cameron Jordan.

Jordan começou bem na pós-temporada, sendo um dos melhores em campo durante a vitória dos Saints sobre o Carolina Panthers por 31 a 26, na rodada de wild card. Naquele jogo, ele deu três pancadas e um sack em cima do quarterback Cam Newton enquanto o signal caller da franquia da Carolina do Norte buscava uma virada na reta final.

Agora, chegou a ver de fazer o mesmo com Case Keenum.

Comments
To Top