NBA

R.C. Buford, do San Antonio Spurs, é nomeado executivo do ano da NBA

Crédito: Instagram/ Reprodução

Crédito: Instagram/ Reprodução

Ganhar um título de NBA é tarefa para poucos. Dois, menos ainda. Montar uma dinastia que trespassa três décadas é feito quase impossível, exclusivo desse San Antonio Spurs que desde 1999 se estabeleceu como a mais bem organizada franquia da NBA. Se Greg Popovich e Tim Duncan levam grande parte dos méritos, isso só acontece por conta do trabalho silencioso de R.C. Buford, general manager da equipe desde 1999 e que acaba de ganhar seu segundo prêmio de executivo da temporada em três anos.

No último verão, Buford e os Spurs tomaram uma decisão que não condizia com a filosofia da equipe vencedora das últimas décadas. Apostaram no grande nome disponível no mercado de free agency com LaMarcus Aldridge, e acabaram acertando em cheio, quebrando o recorde do time de vitórias em temporada regular, com 67. Por isso e por ter conseguido rejuvenescer o time sem diminuir sua competitividade é que Buford foi eleito o executivo do ano da NBA com um total de 77 votos de outros executivos da liga.

“A melhor maneira de colocar em palavras é dizer que nós estaríamos perdidos sem ele,” declarou Greg Popovich, figura que normalmente poupa elogios. “Acho que essas pequenas palavras dizem tudo. Sua habilidade de organizar as coisas, sua intuição, sua habilidade de planejar a frente de seu tempo, seus julgamentos e decisões sábias são fora da curva. Nós iríamos sofrer para manter isso funcionando por tanto tempo se ele não estivesse aqui”.

Além de trazer LaMarcus Aldridge, Buford trouxe no último verão o ótimo David West para os Spurs, conseguindo convencê-lo a recusar uma proposta de US$ 11 milhões mais alta do Indiana Pacers para disputar um título em San Antonio.

O segundo lugar na lista de executivos do ano da NBA ficou com Neil Olshey, GM do Portland que conseguiu reconstruir sua equipe após perder quatro de seus cinco titulares da última temporada, inclusiva LaMarcus Aldridge. Bob Myers, do Golden State Warriors, ficou na terceira posição.

 

Comments
To Top