NBA

Mercado da NBA: Thomas, Ellington e estamos quase lá

Mercado da NBA

Há uma liga onde o período de negociações é quase tão legal quanto o jogo. O mercado da NBA vai abrir oficialmente no 1º de Julho e esta offseason promete ser simplesmente incrível. Só para começar, o melhor jogador do esporte está livre, leve e solto.

E o Quinto Quarto vai continuar com sua paixão enorme por listões. Você vai poder encontrar as principais informações sobre o mercado da NBA aqui, seja com links para as notas que formos fazendo para as mudanças de time ou novos contratos mais importantes ou então com resumo de outras negociações.

Este post será atualizado a todo momento.

Acompanhe também nossas redes sociais, que vão receber um tapa nos próximos dias e muito conteúdo especial. Dê uma curtida na página do Facebook, leia nossos tweets em @quintoquartobr ou então siga-nos no nosso novo Instagram. Prometemos que valerá a pena.

Antes de partir para mais nomes, um detalhe importante: os times não podem assinar com os jogadores até o dia 6 de julho. Isso não vai impedir que os negócios sejam feitos e o martelo batido. Raramente um jogador volta atrás em sua decisão e quando isso acontece, três anos depois o jogador pode voltar a negociar com o time que traiu.

Não é mesmo, DeAndre Jordan?

Mercado da NBA: o que está rolando

Para arrendondar a conta

– O Miami Heat até agora está tímido, mas pelo menos conseguiu segurar Wayne Ellington, que teve mais de 39% de aproveitamento nas bolas de três. Contrato é de um ano, US$ 6,27 milhões.

– Isaiah Thomas achou seu time. O Denver Nuggets quer o baixinho para ser sua fagulha vindo do banco. Acordo é de um ano e US$ 2 milhões

– O Atlanta Hawks vai ganhar uma ajuda de veterano para facilitar a vida de Trae Young. Jeremy Lin e sua Linsanity chegam em uma negociação com muitas escolhas de 2ª rodada.

– Os Pacers deram uma boa reforçada no elenco com Doug McDermott, Tyreke Evans e agora Kyle O’Quinn. Os termos do contrato do pivô, ex-Knicks, não foram divulgados pela franquia, mas segundo fontes, o acordo é de um ano e US$ 4,5 milhões.

– Zaza Pachulia é bicampeão da NBA. E com esses dois anéis ele vai para Detroit com um contrato de um ano, US$ 2,4 milhões com os Pistons.

Brook Lopez acertou com o Milwaukee Bucks por um ano, contrato de 3,3 milhões

– Zach LaVine recebeu uma oferta de quatro anos e US$ 80 milhões do Sacramento Kings. Mas como era free agent restrito, o Chicago Bulls podiam igualar. E eles demoraram apenas duas horas para fazer isso e segurar o jogador.

– Jonas Jerebko foi liberado pelo Utah Jazz e o Golden State Warriors logo convenceu o sueco a fazer parte de sua rotação.

– Kyle Anderson é mais um que deixou os Spurs. O jogador recebeu uma oferta de quatro anos e US$ 37,2 milhões e não mudará de divisão, já que será um jogador do Memphis Grizzlies

04/07

– Os 76ers continuam reforçando seu elenco e depois de perder Ersan Ilyasova, a equipe trouxe um big que sabe arremessar de longe. Nemanja Bjelica, ex-Timberwolves, chega com contrato de um ano e US$ 4,4 milhões.

– Amir Johnson esteve longe de ser um cara vital para os Sixers na temporada passada, com médias inferiores a cinco pontos e cinco rebotes, mas por seu papel de liderança e cultura de vestiário, ele voltará em contrato de um ano

– Kevon Looney teve seu brilho nos playoffs, sendo um pivô rápido que conseguiu marcar jogadores menores a todo momento. E mesmo com a chegada de Cousins, Looney continuará nos Warriors com um contrato mínimo.

03/07 

Dwight Howard nem precisou ir até o Barclays Center. Ele e os Nets acertaram a rescisão e o pivô vai jogar pelo Washington Wizards na próxima temporada.

Dante Exum conseguiu aumentar seu valor com uma boa atuação nos playoffs. O jogador australiano acertou um acordo por três anos e US$ 33 milhões com o time que o draftou em 2014, o Utah Jazz.

– E o Jazz continuou trazendo seus jogadores de volta, acertando com o brasileiro Raulzinho por dois anos e US$ 4,4 milhões.

Raymond Felton acertou por um ano e US$ 2,4 milhões com o Oklahoma City Thunder para ser o reserva de Russell Westbrook. Na temporada passada ele jogou as 82 partidas, com 6,9 pontos e 2,5 assistências por jogo.

Michael Carter-Williams foi o calouro do ano da NBA em 2014/15, mas desde lá parece não ter deslanchado. Agora ele jogará pelo melhor time de sua carreira, o Houston Rockets. Ele assinará pelo mínimo

Jeff Green vai voltar para a casa. Ele nasceu e cresceu perto de Washington e jogou em Georgetown antes de rodar a NBA. Agora, por US$ 2,5 milhões e um ano de contrato, ele jogará nos Wizards

– Depois que saiu do Boston Celtics, Avery Bradley passou pelo Detroit Pistons e finalizou a temporada no LA Clippers. E é na Califórnia mesmo que ele vai ficar com um acordo de dois anos e US$ 25 milhões

Seth Curry vai ter uma situação boa. Reserva claro de Damian Lillard e C.J. McCollum, ele vai poder incendiar jogos vindo do banco dos Blazers, com quem assinará por dois anos e US$ 2,75 milhões

02/07

DeMarcus Cousins cansou de perder. E a solução mais fácil é aceitar todo o poder de sedução do Golden State Warriors.

Ótimo para os Warriors, mas e a NBA? Escute o Quinto Quarto Expresso sobre a ida de Cousins para os atuais campeões

Julius Randle ficou sem ligação com os Lakers depois que eles abriram mão do direito de igualar qualquer oferta. E os Pelicans conseguiram ele com um contrato de dois anos e US$ 18 milhões.

Rajon Rondo é mais um que irá desembarcar no Los Angeles Lakers. O contrato será de um ano e US$ 9 milhões

Nerlens Noel está em baixa na NBA. E por isso o Thunder conseguiu acertar com ele por um valor ótimo.

– O Los Angeles Clippers perdeu qualquer batalha que tinha com os Lakers por holofote. Mas temos que pelo menos mencionar que o time acertou com Mike Scott, ex-Wizards e Hawks, por um ano.

– O muito veterano Jose Calderon (36 anos) vai voltar para uma das franquias que já jogou. O espanhol assinará com o Detroit Pistons por um ano e US$ 2,4 milhões

Derrick Favors continuará em Utah. Não se sabia bem se esse casamento continuaria, mas jogador e franquia acertaram contrato de dois anos e US$ 36 milhões. Ele é o jogador com mais anos de Jazz, tendo chegado em 2011.

JJ Redick era um dos nomes interessantes disponíveis no mercado. Mas o Philadelphia 76ers agiu rápido para manter o veterano no seu elenco.

Aaron Gordon vai tentar salvar o Orlando Magic com um belo contrato de quatro anos e US$ 86 milhões.

– Os Lakers estão montando seu elenco para complementar LeBron James e já acertaram com Kentavious Caldwell-Pope, Lance Stephenson e JaVale McGee

– Depois de ser trocado pelo Orlando Magic para o Phoenix Suns no meio da temporada passada, Elfrid Payton jogará pelo time de sua cidade, o New Orleans Pelicans. O contrato é de um ano.

Mario Hezonja não conseguiu desenvolver seu basquete no Orlando Magic. Com ainda 23 anos, o New York Knicks confia que ele pode ser melhor e ofereceu um contrato de um ano e US$ 6,5 milhões.

LeBron James não acionou a cláusula que renovaria seu contrato com os Cavaliers automaticamente e é um free agent irrestrito.

Los Angeles Lakers, Cleveland Cavaliers e correndo atrás, o Philadelphia 76ers, são os times mais citados para contar com o melhor jogador da NBA.

Atualização: não demorou muito. LeBron James irá assinar com o Los Angeles Lakers.

– Paul George também não quis continuar em seu contrato, que o ligaria ao Oklahoma City Thunder por mais um ano. Ele nem esconde mais que adoraria jogar na Califórnia e a possibilidade de LeBron e PG13 nos Lakers é grande.

Atualização: no fim, Paul George pregou uma peça em todos e deve ficar em Oklahoma City para continuar jogando com Russell Westbrook

– DeAndre Jordan iria sair dos Clippers de qualquer forma, mas sua escolha foi por não continuar no contrato e assim também está livre para negociar com qualquer equipe. O Dallas Mavericks era o grande favorito e adiantou tudo logo de cara.

– Chris Paul e Kevin Durant: os dois entraram na free agency como agentes livres mas era só uma questão de tempo. Paul assinará por quatro anos e US$ 160 milhões com os Rockets e Durant assinou um contrato de um ano e US$ 30 milhões com a opção do jogador por uma renovação automática por mais um ano e US$ 31,5 milhões.

01/07

– O Boston Celtics tem uma série de decisões difíceis nos próximos anos e não se sabia se a equipe continuaria com Aron Baynes. A resposta é sim: dois anos e US$ 11 milhões.

Fred VanVleet aproveitou muito bem seus minutos pelo Toronto Raptors na campanha histórica do time na temporada regular e ganhou um bom contrato como prêmio: dois anos e US$ 18 milhões.

Omri Casspi assinou por um ano com o Memphis Grizzlies. Campeão na temporada passada pelo Golden State Warriors, apesar de ter sido cortado antes da conquista do título, o israelense vai jogar pelo seu sétimo time.

Doug McDermott vai atuar no seu quinto time desde 2014, quando entrou na liga. O jogador acertou um contrato de três anos e US$ 22 milhões com o Indiana Pacers e poderá ajudar nos arremessos de média e longa distância.

– O Brooklyn Nets agiu rápido para manter Joe Harris, um dos únicos pontos positivos nos últimos anos tenebrosos, com um contrato de dois anos e US$ 16 milhões. O time também trouxe Ed Davis, ex-Portland Trail Blazers.

Derrick Rose aproveitou bem sua curta passagem pelo Minnesota Timberwolves, onde chegou no meio da temporada passada. Reunido com Tom Thibodeau, Taj Gibson e Jimmy Butler, o armador vai continuar na franquia com um contrato de um ano, provavelmente pelo mínimo para veteranos.

– Feliz da vida com Paul George, o Oklahoma City Thunder aproveitou também as primeiras horas da free agency para acertar com Jerami Grant. O contrato é de três anos e US$ 27 milhões.

Nikola Jokic poderia ter que jogar a próxima temporada por apenas US$ 1,5 milhão. Mas para evitar que ele ficasse descontente e se tornasse um free agent irrestrito na próxima offseason, os Nuggets abriram o cofre e já acertaram contrato de cinco anos e US$ 148 milhões com seu fantástico pivô.

Rudy Gay optou por ser um free agent após recusar uma renovação automática por US$ 8,8 milhões. E se deu bem, já que os Spurs quiseram continuar com ele e aumentaram um pouco seu salário, com um contrato de um ano e US$ 10 milhões.

– Depois de anos produtivos em Houston, o veterano Trevor Ariza vai ser o veterano do Phoenix Suns com um belo contrato de apenas um ano, mas US$ 15 milhões. Com Devin Booker, Josh Jackson e Deandre Ayton, ele poderá ser um mentor e ser vital em um quinteto titular sensacional ou até vindo do banco.

Ersan Ilyasova deu uma bela rodada pela liga e no fim voltou para onde começou. Após boa passagem pelo Philadelphia 76ers e nem tanto por Orlando, Atlanta, Oklahoma City e Detroit, ele volta para o Milwaukee Bucks, onde jogou suas sete primeiras temporadas na NBA. O contrato será de três anos e US$ 21 milhões.

Nomes disponíveis no louco mercado da NBA

– Clint Capela: este é um dos nomes mais interessantes desta free agency. O pivô dos Rockets é um free agent restrito, o que significa que a franquia texana pode igualar qualquer oferta que o jogador receber e assim ficar com ele.

O problema é que com a situação de Paul e ainda outros free agents (Trevor Ariza), as contas estão apertadas.

– DeMarcus Cousins: o pivô do New Orleans Pelicans teve uma das lesões mais devastadoras para um jogador de basquete (ruptura do Aquiles) e sua esperança de um contrato máximo pode ter ido pro espaço.

Ainda não se sabe que tipo de oferta os Pelicans vão fazer e o que Cousins pode encontrar no mercado.

– Aaron Gordon: o ala-pivô comeu o pão que o diabo amassou em Orlando, inclusive jogando como ala. E agora ele pode se vingar saindo da equipe.

O problema para ele é que sua free agency é restrita e o Magic pode igualar qualquer oferta. O Indiana Pacers estaria interessado.

– Marcus Smart: se alguém quiser um ala-armador que joga como se toda partida fosse sua última e tem uma seleção de arremessos péssima, Smart é um free agent restrito e a franquia que o draftou terá que escolher muito bem onde colocará seu dinheiro nos próximos dois anos.

Outros nomes interessantes:

– Jabari Parker (free agent restrito)

– Julius Randle

– J.J. Redick

– Isaiah Thomas

– Derrick Favors

– Zach LaVine (free agent restrito)

– Jusuf Nurkic (free agent restrito)

– Avery Bradley

– Dwyane Wade

– Brook Lopez

Comments
To Top