NBA

LeBron James não aciona cláusula e será um free agent novamente

E lá vamos nós mais uma vez. LeBron James tinha uma cláusula em seu contrato com o Cleveland Cavaliers que o permitia renovar seu contrato automaticamente por um ano, com salário de US$ 35,6 milhões. Nesta sexta-feira, ele preferiu não fazer isso e testar o mercado mais uma vez.

LeBron tinha até 23h59, horário de Nova York, para informar os Cavaliers de sua decisão, mas segundo fontes, ele não esperou tanto e já deu o aviso nesta sexta.

A decisão era esperada, depois de uma temporada inteira com boatos sobre uma nova saída de Cleveland e o interesse de várias franquias, como Los Angeles Lakers, Houston Rockets e Philadelphia 76ers.

Esse interesse não pode ser público, já que seria uma prova de aliciamento, mas o mundo da NBA sabe perfeitamente que esses três times, e os Lakers em especial, estarão na lista do camisa 23 para uma visita.

A free agency vai começar no primeiro minuto do domingo, dia 1 de julho, mas os times e jogadores não podem assinar contratos até o dia 6 de julho.

Mas aqui está mais uma regra que não é lá muito bem seguida: vários times e jogadores já vão ter tudo fechado antes do dia 6 e a assinatura do contrato é uma formalidade. É muito, mas muito raro um caso como o de DeAndre Jordan, que acertou com o Dallas Mavericks mas na hora de assinar, o Los Angeles Clippers colocou o papel mais rápido na frente.

LeBron James é conhecido por testar as águas da free agency, tendo saído dos Cavs para o Miami Heat em 2010 em uma decisão bastante polêmica, voltando aos Cavaliers em 2014 e optado por cláusulas que o tornaram um free agent em 2015 e 2016 também, mas sempre deixando claro que ficara no Ohio nessas duas últimas.

Agora parece que sua escolha por ser um jogador aberto a propostas não é mais um poder de barganha. E agora, depois de um ano de ilegalidade, começa mais uma novela “para onde vai LeBron James?”

Comments
To Top