NBA

Dia 9 dos playoffs: Spurs seguram, Cavs, Bucks e Wizards empatam

Indiana Pacers (2-2) 100 x 104 Cleveland Cavaliers (2-2)

Quem viu o jogo sabe quem foi o personagem desta partida. Ele se chama Lance Stephenson. O louco ala dos Pacers entrou em quadra para importunar LeBron James e conseguiu forçar uma bola presa quase arrancando ela do camisa 23. Mas ele também deu uma andada patética ao “orquestrar” o ataque dos Pacers ainda em sua meia-quadra, logo quando seu time estava à frente por um e poderia aproveitar um turnover de Larry Nance Jr. E no fim deu um golpe de judô em Jeff Green.

Passando do apreço que nós do Quinto Quarto temos por Stephenson, esta série tem tudo para ser a mais longa. Os Cavaliers tiveram um final de jogo incrível de Kyle Korver depois que ficaram atrás no marcador, derrubando tiros de três de todo lado.

Já os Pacers não contaram com Victor Oladipo, que com 17 pontos, vai lembrar do seu aproveitamento de 25% durante muito tempo. O destaque do time da casa foi Domantas Sabonis, com 19 pontos e seis rebotes vindo do banco.

E LeBron James fez o que já se espera dele: 32 pontos, 13 rebotes e sete assistências, dividindo com Korver os pontos na sequência de 10 a 2 que deu a vitória a seu time e um bom fôlego na série, que poderia ter ficado 3 a 1 perfeitamente.

 

Milwaukee Bucks (2-2) 104 x 102 Boston Celtics (2-2)

Era para ter sido muito mais fácil do que foi. Mas o Milwaukee Bucks viu o Boston Celtics tentar reverter uma diferença de 20 pontos e empatar o jogo no fim. Mas Giannis Antetokounmpo, comprovando seu apelido de Greek Freak, aproveitou um arremesso errado para pular sobre todo mundo, dar o toque leve e dar a vitória aos Bucks, empatando a série.

Antetokounmpo teve 27 pontos, sete rebotes e cinco assistências. Khris Middleton, em mais uma boa partida, teve 23 pontos.

Os Celtics conseguiram subir a defesa na metade final do terceiro quarto e no último período e começaram a pontuar como doidos. Jaylen Brown teve 34 pontos. Jayson Tatum virou a partida com uma bola de três. Mas Malcolm Brogdon respondeu logo depois na mesma moeda. Al Horford empatou a partida com dois lances livres. Só que no fim, tinha um camisa 34 com longos braços para forçar um jogo 5 de desempate e empurrar essa série para um jogo 6.

Pelo menos.

San Antonio Spurs (1-3) 103 x 90 Golden State Warriors (3-1)

Os Spurs deram uma mostra de caráter, liderados por Manu Ginobili. Claramente inferiores aos Spurs e com o peso da morte da esposa de Gregg Popovich, Erin, que fez o treinador se ausentar pela segunda vez seguida, o time texano se superou e venceu os Warriors de forma inegável.

E o argentino, mesmo depois de ter batido joelho com joelho e cair no chão de dor, voltou e fez duas cestas vitais: um gancho meio torto de canhota e uma bola de três matadora, ambos no fim da partida para decidir o jogo e prolongar a série para um jogo 5.

Outras duas estatísticas explicam também o que foi o jogo: os Spurs acertaram mais de 50% de suas bolas de três (53,6%) e tiveram metade dos turnovers que os Warriors tiveram, 8 contra 16.

Então apesar dos 34 pontos de Kevin Durant, que arremessou quase 30 bolas, a série volta para a Califórnia para um jogo 5.

Washington Wizards (2-2) 106 x 98 Toronto Raptors (2-2)

Bradley Beal não estava 100% em sua pontaria e tudo que poderia trazer nessa série contra os Raptors. Até o jogo 4: com 31 pontos, 10 arremessos certos em 19 tentados e 5 de 7 atrás da linha de três e a vitória no duelo contra DeMar DeRozan, que fez até mais pontos, 35, mas teve 29 arremessos.

Porém, com cinco minutos faltando, ele cometeu sua sexta falta e teve que sair do jogo, ficando claramente inconformado. A sorte dele é que seu colega e nem sempre amigo assumiu a parada.

John Wall foi menos preciso, com 10 de 24, mas com 27 pontos e mais uma vez deitando nas assistências – foram 14 – os Wizards conseguiram empatar a série. Os Wizards foram perdendo por 11 para o intervalo e ficaram atrás por 14 no terceiro quarto, mas conseguiram virar e com Wall e Beal, vão pelo menos voltar para Washington para um jogo 6.

 

Comments
To Top