MLB

Pete Rose será introduzido ao Hall da Fama do Cincinnati Reds

Se a vida de Pete Rose está difícil – não conseguiu ser reintegrado ao beisebol e dificilmente irá para o Hall da Fama do beisebol – o Cincinnati Reds deu um alento e reconheceu tudo feito por Rose, que jogou no campo externo e interno.

A franquia de Cincinnati anunciou que Rose será introduzido ao seu Hall da Fama.

“Introduzir Pete no Hall da Fama dos Reds é definir um momento dessa franquia de 147 anos de história”, disse Bob Castellini, CEO dos Reds. “Ele é um dos melhores jogadores a vestir a camisa dos Reds e será uma experiência inesquecível ver ele sendo homenageado como tal”.

A festa não será pequena, será um final de semana inteiro (24 a 26 de junho). Como parte da festividade, o Cincinnati Reds também irá aposentar a camisa 14, realizará uma reunião de 40 anos da conquista da World Series de 1976 e um banquete, onde Pete Rose receberá um casaco vermelho utilizado por membros do Hall da Fama.

“Isso é uma honra, que você não pode acreditar como você se sente”, falou Rose em entrevista coletiva. O jogador ainda lembrou que cresceu como fã do time de Cincinnati e que nasceu perto do Great American Ball Park, estádio em que ele será homenageado.

Além disso, depois da festividade marcada para junho, a equipe de Cincinnati irá apresentar uma estátua do jogador.

Um porta-voz da liga informou que os planos que os Reds haviam apresentado para a cerimônia foi aprovada.

Pete Rose, 74 anos, foi banido do beisebol em 1989 por apostas no esporte, algo que ele negou até 2004. Quando rejeitou a reintegração ao esporte, o comissário Rob Manfred citou o fato dele continuar apostando no jogo e por ele ter apostado como jogador e manager.

Para o comissário, a reintegração ao jogo e uma possível entrada no Hall da Fama são assuntos separados. Apesar disso, em 1991, o Hall da Fama adotou uma regra que proíbe a homenagem a jogadores que estão banidas de forma vitalícia do jogo.

Rose ainda não desistiu de ser reconhecido pelo Hall da Fama da MLB.

“Eu não desisti de Cooperstown. Eu não sou do tipo que vai desistir”, falou ele. “Mas isso é bom, estou feliz. Eu não vou sentar aqui e dizer que essa é a segunda grande coisa, porque não é… Eu sou de Cincinnati. Esta é a primeira grande coisa”.

Durante sua carreira de 23 anos, Pete Rose jogou no Cincinnati Reds duas vezes entre 1963 e 1978 e entre 1984 e 1986. No total, ele ganhou três World Series, foi três vezes All-Star, uma vez MVP da Liga Nacional, Calouro do ano, Silver Slugger, duas vezes luva de ouro e três vezes campeão de rebatidas da Liga Nacional.

Além disso, Rose tem alguns recordes na Major League Baseball. Começando pelo mais expressivo, ele é o jogador com: mais rebatidas na história da MLB (4.256), mais rebatidas simples (3.215), mais partidas jogadas (3.562), entre outros.

Comments
To Top