NFL

Quando a história vira escombro: os estádios lendários que já foram demolidos

Independentemente da considerável carga histórica que representam, os estádios americanos se divergem do conceito de pirâmides inabaláveis que diversas arenas ao redor do mundo costumam carregar.  Quando os sinais do tempo e a falta de modernidade se tornam aparentes, as franquias se mudam para novos castelos esportivos ultra-modernos e com capacidade de público superior. Em segundos, templos do esporte são descartados em demolições controladas, desaparecendo sob espessas nuvens de fumaça. Mas a história por baixo dos escombros, rica e imortal, viverá eternamente nas memórias de técnicos, jogadores e torcedores. O Quinto Quarto apresenta alguns dos estádios mais importantes da NFL que não estão mais entre nós.

Miami Orange Bowl

Créditos: Stadiums of Pro Fooball

Créditos: Stadiums of Pro Fooball

Localização: Miami, Florida
Inauguração: 10/12/1937
Capacidade: 59.000
Times que usaram o estádio: Miami Dolphins (NFL), Miami Toros (NASL), Miami Seahawks (AAFC), Miami Freedom (ASL), Miami Tropics (SFL), Miami FC (USL), Miami Hurricanes (NCAA), FIU Golden Panthers (NCAA)
Data de demolição: 14/05/2008

Por 21 temporadas, o Miami Orange Bowl foi a casa dos Dolphins, além de receber os jogos de um dos times mais tradicionais do futebol Americano colegial, os Hurricanes da Universidade de Miami. O domínio dos times que mandavam seus jogos no estádio é histórico. Sob o comando do técnico Don Shula e do quarterback Dan Marino, os Dolphins venceram 31 jogos consecutivos jogando no Orage Bowl. Já os Hurricanes registraram uma impressionante invencibilidade de 58 jogos jogando no estádio.

O estádio recebeu esse nome após se tornar sede do Orange Bowl, jogo anual de futebol americano colegial jogado na Flórida desde 1935. Cinco disputas de Super Bowl foram jogadas por lá, sendo que o Pittsburg Steelers conquistou o Lombardi Trophy duas vezes jogando no estádio. Alguns jogos de futebol das Olimpíadas de 1996 também foram disputadas no Orange Bowl.

Fatos curiosos:

  • Em 1970, um tanque foi construído no estádio para abrigar um golfinho treinado, que pulava quando o Miami Dolphins marcava um touchdown.
  • O espaço deixado após a demolição do Miami Orange Bowl foi utilizado para a construção do estádio dos Marlins, franquia da MLB com sede em Miami.
  • Um furacão atingiu a costa da Flórida em 2005 e causou comprometimento na estrutura do estádio. Apesar da demolição ter sido considerada na época, os estragos foram reparados.

Texas Stadium

Créditos: Stadiums of Pro Football

Créditos: Stadiums of Pro Football

Localização: Irving, Texas
Inauguração: 17/09/1971
Capacidade: 65.675
Times que usaram o estádio: Dallas Cowboys (NFL), Dallas Tornado (NASL), SMU Mustangs (NCAA)
Data de demolição: 11/03/2010

Segunda casa do Dallas Cowboys, o Texas Stadium foi o estádio mais luxuoso construído exclusivamente para a prática do futebol americano na época. Recebia também, eventualmente, partidas de futebol.  Os fãs dos Cowboys presenciaram no Texas Stadium o nascimento do ‘America’s Team’. Comandados pelo lendário técnico Tom Landry, os futuros jogadores do Hall da Fama Roger Staubach, Tony Dorsett, Rany White e Mel Renfro ajudaram os Cowboys a vencer dois dos cinco títulos de Super Bowl da franquia. Uma característica marcante do estádio era o Ring of Honor, mural que contornava a parte interna do Texas Stadium e honrava jogadores e funcionários que contribuíram para o sucesso e crescimento da organização.

O estádio também foi palco de diversos eventos musicais. Dentre outros artistas, Madonna, George Michael, Garth Brooks, Paul McCartney, Guns N’ Roses e Metallica se apresentaram para milhares de fãs no local.

Fatos curiosos:

  • O Texas Stadium possuía um cobertura parcial, que permitia a iluminação natural do campo de jogo. Baseado na estrutura,  D. D. Lewis, linebacker dos Cowboys, disse que “o Texas Stadium tem um buraco na cobertura para que Deus possa assistir o seu time favorito jogar”.
  • Em 2002, o público presente no estádio assistiu o running back Emitt Smith chegar a marca histórica de 16.727 jardas terrestres, quebrando o recorde anterior pertencente a Walter Payton.
  • Diversas cenas da versão original da série Dallas foram filmadas no Texas Stadium.
  • Em 37 anos como casa dos Cowboys, o estádio recebeu o total de 30 jogos de Monday Night Football.

Giants Stadium

Créditos: Brooklyn Vegan

Créditos: Brooklyn Vegan

Localização: East Rutherford, New Jersey
Inauguração: 10/10/1976
Capacidade: 80.242
Times que usaram o estádio: New York Giants (NFL), New York Jets (NFL), New Orleans Saints (NFL), Rutgers Scarlet Knights (NCAA), New York Cosmos (NASL), New York Red Bulls (MLS), New York/New Jersey Knights (XFL), New York/New Jersey Hitman (XFL), New York Sentinels (UFL)
Data de demolição: 04/02/2010

Desde a década de 50, os Giants mandavam seus jogos no Yankee Stadium. Com o aumento da popularidade do esporte e consequentemente do público, o time passou a buscar um estádio próprio. A melhor proposta veio do estado de Nova Jersey, que se propôs a construir um estádio na cidade de East Rutherford. Os Giants jogaram seu primeiro jogo no estádio recém-construído em 1976, quando foram derrotados pelo Dallas Cowboys.

Em 1986, o New York Jets não renovou o contrato com o Shea Stadium, estádio nova-iorquino localizado no Queens. Como a construção de um estádio próprio não foi considerada viável, o time também se mudou para  East Rutherford e passou a mandar seus jogos no Giants Stadium.

O futebol também foi muito importante para a história do Giants Stadium. Na Copa do Mundo de 1994, sete jogos foram disputados no estádio, incluindo a semi-final entre Bulgária e Itália, vencida pela seleção Azzura por 2×1.

Fatos curiosos:

  • Durante a construção do estádio, os Giants chegaram a jogar em Connecticut, no estádio de futebol americano da Yale University.
  • A divisão do estádio entre Giants e Jets permitiu a quebra do recorde de maior número de partidas da NFL disputadas no mesmo lugar. O recorde anterior pertencia ao Wrigley Field, antiga casa do Chicago Bears.
  • Uma lenda urbana diz que os restos mortais do líder sindical Jimmy Hoffa, desaparecido no estado de Michigan em 1975, estão enterrados no Giants Stadium.
  • A banda irlandesa U2 foi responsável pelo maior público na história do Giants Stadium, quando 84.467 pessoas assistiram o show da banda em 2009.

Veterans Stadium

philly

Créditos: Philly.com

Localização: Philadelphia, Pennsylvania
Inauguração: 10/04/1969
Capacidade: 65.352
Times que usaram o estádio: Philadelphia Eagles (NFL), Philadelphia Phillies (MLB), Philadelphia Atoms (NASL), Philadelphia Fury (NASL), Philadelphia Stars (USFL), Temple Owls (NCAA)
Data de demolição: 21/05/2004

 Apelidado de ‘The Vet’, o estádio multiuso foi a casa do Philadelphia Eagles e do Philadelphia Phillies por 32 anos. O Veterans Stadium contava com o lendário 700 Level, setor mais alto do estádio que agrupava os torcedores mais barulhentos e fanáticos pelos Eagles. No livro “If Football’s a Religion, Why Don’t We Have a Prayer?” (Se Futebol Americano é uma Religião, Por Que Não Fazemos uma Oração?, inédito no Brasil), o autor Jereé Longman menciona que o setor é famoso pelos “xingamentos hostis, brigas, pessoas urinando em público, e estranhamento generalizado”.

O gramado do Veterans Stadium era alvo de muitas críticas, sendo considerado o pior dentre os estádios da NFL. Os wide receivers Wendell Davis, do Chicago Bears, e Michael Irvin, do Dallas Cowboys, tiveram suas carreiras encerradas devido a contusões atribuídas as péssimas condições do gramado do estádio.

Jogos memoráveis aconteceram no Veterans Stadium. Em 1980, os Eagles derrotaram os rivais de divisão Dallas Cowboys na decisão da NFC, chegando ao Super Bowl. Os fãs do Philadelphia Phillies também guardam boas recordações do estádio, já que o time venceu sua primeira World Series jogando em casa, em 1980.

Fatos curiosos:

  • No final de sua vida, o Veterans Stadium estava tão deteriorado que um buraco na parede permitia que o time visitante espiasse o vestiário das chefes de torcida dos Eagles.
  • A quantidade de ratos no estádio também era assustadora. A solução encontrada pela administração do Veterans Stadium foi usar gatos para acabar com a infestação.
  • Apesar de ter sido filmado após a demolição do estádio, grande parte do filme Invincible (Invencível, 2006) se passa no Veterans Stadium.

Cleveland Municipal Stadium

cle

Créditos: City Data

Localização: Cleveland, Ohio
Inauguração: 01/07/1931
Capacidade: 81.000
Times que usaram o estádio: Cleveland Browns (NFL), Cleveland Rams (NFL), Cleveland Indians (MLB), Cleveland Stokers (NASL)
Data de demolição: 04/10/1994

O Cleveland Municipal Stadium, ou simplesmente Cleveland Stadium, foi um dos primeiros estádios multiuso dos Estados Unidos. Em 1954, 84.587 torcedores dos Indians quebraram o recorde de lotação da época para assistir o confronto contra o New York Yankees. Os fanáticos torcedores dos Browns também viveram momentos inesquecíveis no estádio, assistindo performances memoráveis do quarterback Otto Graham, dos running backs Leroy Kelly e Jim Brown e do kicker Lou Groza. Em 1987, o Cleveland Stadium também assistiu John Elway liderar o Denver Broncos em uma descida de 98 jardas nos minutos finais da decisão da AFC de 1987, campanha que ficou conhecida como ‘The Drive’.

O Cleveland Stadium viu seu último jogo de NFL em dezembro de 1995, quando a franquia original dos Browns se despediu de Ohio para se transferir para Baltimore e formar os Ravens. Além de eventos esportivos, o estádio também recebeu shows de bandas consagradas, como os Beatles, Rollings Stones, Pink Floyd e Aerosmith.

Fatos curiosos:

  • O Cleveland Stadium é a casa original do Dawg Pound, setor onde os torcedores são conhecidos pelos latidos, as máscaras de cachorro e o apoio maciço aos Browns.
  • Fimes como Uma Loura por um Milhão (The Fortune Cookie, 1966) e The Kid from Cleveland (1949) foram parcialmente filmados no estádio.
  • Em junho de 1974, os dirigentes do Cleveland Indians usaram uma estratégia questionável para atrair público para o jogo contra os Texas Rangers: oferecer cerveja a 10 centavos de dólar. O jogo precisou ser cancelado devido ao número de incidentes relacionados a embriaguez, incluindo agressão aos jogadores de ambos os times, invasão de campo e nudez nas arquibancadas.

Memorial Stadium

Créditos: Stadiums of Pro Football

Créditos: Stadiums of Pro Football

Localização: Baltimore, Maryland
Inauguração: 20/04/1950
Capacidade: 53.371
Times que usaram o estádio: Baltimore Colts (NFL), Baltimore Ravens (NFL), Baltimore Stallions (CFL), Baltimore Orioles (MLB), Baltimore Bays (NASL), Baltimore Comets (NASL), Bowie Baysox (Eastern League)
Data de demolição: 15/02/2002

O Memorial Stadium começou sua história em 1922 como Baltimore Stadium no subúrbio de Baltimore, recebendo jogos universitários e colegiais. Devido a necessidade de um estádio mais moderno e preparado para receber jogos da NFL e MLB, o Baltimore Stadium foi demolido e deu lugar ao moderno Memorial Stadium. O local recebia os jogos do Baltimore Colts (atual Indianapolis Colts) da NFL, do Baltimore Orioles da MLB, além de jogos das ligas menores de baseball e dos times de futebol da cidade.

Durante a era pré-Super Bowl, os torcedores dos Colts puderam presenciar um dos maiores quarterbacks de todos os tempos vencer o campeonato de 1959 no Memorial Stadium, quando Johnny Unitas ajudou Baltimore a derrotar o New York Giants e conquistar o Campeonato Nacional daquele ano.

O Baltimore Ravens, franquia que chegou a Maryland em 1996, jogou suas duas primeiras temporadas no Memorial Stadium. Em 1998, os Ravens passaram a mandar seus jogos no moderno M&T Bank Stadium.

Fatos curiosos:

  • Para homenagear o maior jogador de baseball de todos os tempos, que tinha falecido recentemente e era nativo de Baltimore, o estádio recebeu o nome temporário de Babe Ruth Stadium.
  •  Antes da transferência do Cleveland Browns para Baltimore, o Memorial Stadium foi a casa do Baltimore Stallions, time da CFL (Liga Canadense de Futebol Americano).
  • Um pequeno avião atingiu o Memorial Stadium minutos após um jogo de playoffs entre Baltimore Colts e Pittsburgh Steelers. Ninguém se feriu com gravidade, já que os Steelers haviam vencido o jogo e grande parte dos torcedores dos Colts haviam se retirado do local antes do fim da partida.
  • Em 1964, antes de um jogo que homenagearia as crianças que faziam parte das patrulhas de segurança das escolas de Maryland, um acidente em uma escada rolante vitimou fatalmente uma menina e feriu outras 46 crianças.

Three Rivers Stadium

Créditos: SteelCactus

Créditos: SteelCactus

Localização: Pittsburgh, Pennsylvania
Inauguração: 16/07/1970
Capacidade: 59.000
Times que usaram o estádio: Pittsburgh Steelers (NFL), Pittsburgh Pirates (MLB), Pittsburgh Maulers (USFL), Pittsburgh Panthers (NCAA)
Data de demolição: 11/02/2001

O Three River Stadium foi a casa dos Pittsburgh Steelers por 31 temporadas. A arena multiuso também foi usada pelo Pittsburgh Pirates da MLB e por uma das faculdades mais tradicionais do estado da Pennsylvania, a Pittsburgh University.

Os Steelers alcançaram resultados muito positivos jogando no estádio, vencendo 71% dos 254 jogos disputado. O time ainda venceu 13 das 18 partidas de playoffs jogadas no Three Rivers Stadium, o que ajudaria a franquia da Pennsylvania a vencer cinco títulos de divisão e quatro Super Bowls.

Fatos curiosos:

  • O Three Rivers Stadium foi batizado por conta de sua localização. O estádio ficava muito próximo do encontro dos rios Allegheny e Monongahela, que formam o rio Ohio.
  • O site oficial dos Steelers lançou um Top 10 dos maiores jogos e jogadas que ocorreram no Three Rivers Stadium. A lendária “Immaculate Reception” foi escolhida como a jogada mais importante da história da arena.
  • O último evento musical anterior a demolição do estádio foi da boy band americana ‘N Sync.
Comments
To Top